Filmes e Seriados sobre Filosofia

Ágora (Alexandria) é o título de um filme espanhol dirigido por Alejandro Amenábar, lançado em 2009. O filme é estrelado por Rachel Weisz, que interpreta a filósofa Hipátia, que viveu em Alexandria, no Egito, entre os anos 355 e 415, época da dominação romana. Hipátia ensina filosofia, matemática e astronomia na Escola de Alexandria, junto à Biblioteca. Resultante de uma cultura iniciada com Alexandre Magno, passando depois pela dominação romana, Alexandria é agitada por ideais religiosos diversos: o cristianismo, convive de forma tensa com o judaísmo e a cultura greco-romana.

Você pode assistir o filme em:

https://www.dailymotion.com/video/x12j5g5

https://www.dailymotion.com/video/x12j9bm


Sócrates (em italiano: Socrate) é um telefilme hispano-franco-italiano de 1971, do gênero drama biográfico-histórico. Dirigido por Roberto Rossellini, o filme baseia-se na vida e pensamentos do filósofo Sócrates. O filme lança um olhar sobre o julgamento do filósofo grego (Apologia de Sócrates) Sócrates, até sua morte, com célebres diálogos socráticos, como ‘Apologia’, ‘Críton’ e ‘Fédon’.

Você pode assistir o filme em:

https://youtu.be/5TaaT30L8yg


Hannah Arendt (bra: Hannah Arendt - Ideias Que Chocaram o Mundo) é um filme teuto-franco-luxemburguês de 2012, do gênero drama histórico-biográfico, dirigido por Margarethe von Trotta, baseado na vida da filósofa política judaico-alemã Hannah Arendt, interpretada por Barbara Sukowa.

Você pode assistir o filme em:

https://www.youtube.com/watch?v=LYGVAFKpvXM


When Nietzsche Wept (br Quando Nietzche Chorou) é um filme de 2007, dirigido por Pinchas Perry, com roteiro baseado no livro homónimo de Irvin D. Yalom.

A história é sobre um fictício encontro entre o filósofo Friedrich Nietzsche e o médico Josef Breuer, professor de Sigmund Freud, quando ambos encontravam-se em fases atormentadas: Nietzche apresentava tendências suicidas e ainda não era conhecido (o ano provável é 1882, quando Assim Falou Zaratustra ainda não tinha sido escrito) e costumava escrever que era um filósofo póstumo, e que seus alunos ainda não haviam nascido, enquanto Breuer estava passando por uma crise por ter se envolvido com uma de suas pacientes, Bertha Pappenheim (a qual era referida como Anna O.). Para convencer Nietzsche a permanecer em Viena, dr. Breuer inventa uma tática engenhosa: diz que vai tratar a parte física de Nietzsche, que sofria de enxaquecas terríveis, enquanto este o ajuda a entender seus próprios problemas através da filosofia. Ambos os homens passam, então, a encontrar-se todos os dias e suas vidas mudam bruscamente.

Você pode assistir o filme em:

https://www.dailymotion.com/video/x2cudk2


Os Amantes do Café Flore. Informações Técnicas: Título original: Les Amants du Flore/ País de origem: França/ Gênero: Biografia e Drama/ Classificação etária: 16 anos/ Tempo de duração: 104min/ Ano de lançamento: 2006/ Direção:Ilan Duran Cohen.

Sorbonne, Paris, 1929. Simone de Beauvoir se apaixona por um carismático e rebelde jovem: Jean Paul-Sartre. Juntos, eles embarcam numa viagem erótica e emocional. Depois de vinte anos na profunda perversão, ela encontra forças para reivindicar sua própria identidade e fama.

https://www.ufpb.br/escolasplurais/contents/noticias/filmes/os-amantes-do-cafe-flore

https://www.carolstampone.blog.br/2015/10/os-amantes-do-cafe-flore-beauvoir-e.html

Você pode assistir o filme em:

https://www.youtube.com/watch?v=OSOez6l9eb4


Cartesio Descartes (1974). Dirigido por Roberto Rossellini, que extrai trechos inteiros de algumas das obras fundamentais do pensador, como O Discurso do Método (1637) e as Meditações Metafísicas (1641), para compor as ações “dramáticas” do personagem. São procedimentos teóricos de Descartes, cuja função seria fundar a autonomia do pensamento racional diante da fé. Vale dizer que, naquela época, toda démarche racionalista tinha de ser, também, uma negociação com a autoridade religiosa. Donde, nas Meditações, Descartes precisar, primeiro, ocupar-se das provas da existência de Deus, para apenas depois afirmar que o Cogito (a Razão) se sustenta por si só. “Eu sou, eu existo”, deduz, pelo simples fato de pensar. A conclusão entrou para a história do conhecimento como a frase famosa “Penso, logo existo”. Idioma: Italiano País de produção: Itália.

http://joaomattar.com/blog/2010/01/20/descartes-cartesius-roberto-rossellini/

Você pode assistir o filme em:

https://youtu.be/T9cq7G8hoAE


A batalha pelo ImpérioConfúcio. Título original: Confucius. Direção: Mei Hu. Elenco: Chow Yun Fat como Confúcio (O Tigre e o Dragão) Ano de produção: 2010. País: China. Lançamento: 2011

Confúcio foi um pensador e filósofo chinês. Suas ideias salientaram a moralidade pessoal e governamental, os procedimentos corretos nas relações sociais, a justiça e a sinceridade. Tais ensinamentos representam muito mais um sistema de ética e política do que uma religião. O filme retrata a história dramática do lendário filósofo na idade da guerra no Estado chinês, durante a qual incontáveis batalhas foram travadas para unificar os reinos. Para salvar o estado o rei recorre a Confúcio, que os livram de uma guerra perpétua. No entanto, os centros políticos do Estado passam a se sentir ameaçados pelo filósofo e o exila. Após anos indo de um estado para outro, Confúcio não perder os seus ideais de paz e harmonia.

https://nova-acropole.org.br/sncomunicacao/filmes-recomendados/a-batalha-pelo-imperio-2010/

Você pode assistir o filme em:

https://www.youtube.com/watch?v=V970IPHbFPM


O Jovem Karl Marx. Em francês: Le Jeune Karl Marx. Ano de lançamento: 2017. Direção: Raoul Peck.

O filme começa aos 26 anos de Karl Marx, quando é exilado junto com sua esposa, Jenny. Em Paris, de 1844, ele conheceu Friedrich Engels, filho de um industrialista que investigou o nascimento da classe trabalhadora britânica. O encontro desses dois teóricos, pilares de uma corrente de pensamento que perdura até hoje, entre a repressão política e tumultos, lideram o início do movimento operário em meio a era moderna.

https://www.adorocinema.com/filmes/filme-235590/

Você pode assistir o filme em:

https://www.youtube.com/watch?v=2M5vo2n6G7Y


Wittgenstein (bra/prt: Wittgenstein) é um filme nipo-britânico de 1993, do gênero drama biográfico-histórico, dirigido por Derek Jarman, com roteiro livremente baseado na vida e no pensamento filosófico de Ludwig Wittgenstein.

O adulto Wittgenstein é interpretado por Karl Johnson. O roteiro original foi escrito pelo crítico literário Terry Eagleton, depois adaptado por Jarman durante a pré-produção e filmagem, alterando radicalmente o estilo e estrutura, embora mantendo muito do diálogo de Eagleton. A história não é reproduzida em um ambiente tradicional, mas sim contra um fundo preto dentro do qual os atores e adereços chave são colocados, como se em um cenário de teatro. Uma série de quadros (sketches) retratam o desenrolar de sua vida desde a infância, passando pela fase em que lutou na Primeira Guerra Mundial, até sua associação com Bertrand Russell e John Maynard Keynes além da atividade como professor na Universidade de Cambridge.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Wittgenstein_(filme)


O Mundo de Sofia. Título original: Sofies Verden. Ano de lançamento: 1999. Direção: Erik Gustavson. País de Produção: Noruega. Idioma: Norueguês. Adaptação cinematográfica do romance homônimo escrito por Jostein Gaarder, publicado em 1991.

Sofie (Silje Storstein) é uma garota norueguesa comum e Alberto Knox (Tomas Von Brömssen) é o seu misterioso professor de filosofia. Em uma aula sobre a Grécia Antiga, Sofie começa a se interessar pela assunto, as grandes questões que rondam a história e possíveis respostas. Em uma se duas viagens, ela descobre uma cabana abandona perto da sua casa, uma cabana que protege um segredo. Eles começam a viajar pela história da filosofia desde a Grécia Antiga até a contemporaneidade.

Filme/minissérie “O Mundo de Sofia”:

Parte 1: https://www.dailymotion.com/video/xjs35n

Parte 2: https://www.dailymotion.com/video/xjs656

Parte 3: https://www.dailymotion.com/video/xjswah

Parte 4: https://www.dailymotion.com/video/xjtfh9


The Good Place (O Bom Lugar) é uma série de televisão de comédia fantasiosa americana criada por Michael Schur. Ela estreou na NBC em 19 de setembro de 2016 e foi concluída em 30 de janeiro de 2020, após quatro temporadas e 53 episódios.

Embora o enredo evolua significativamente ao longo da série, a premissa inicial segue Eleanor Shellstrop (Kristen Bell), uma mulher recebida após sua morte no "Bom Lugar/Lugar Bom", uma utopia altamente seletiva semelhante ao Paraíso projetada e administrada pelo "arquiteto" Michael após a morte (Ted Danson) como uma recompensa por sua vida justa. No entanto, ela percebe que foi enviada para lá por engano e deve esconder seu comportamento moralmente imperfeito do passado enquanto tenta se tornar uma pessoa melhor e mais ética, com a ajuda de Chidi Anagonye, interpretado por William Jackson Harper, um professor de ética que vive cheio de conflitos internos, muitas vezes deixando de decidir acerca de algo por conta de seus questionamentos constantes.

https://pt.wikipedia.org/wiki/The_Good_Place

Você pode assistir o seriado na Netflix.


Merlí é uma série de televisão produzida pela TV3 sobre um professor de filosofia que, usando alguns métodos pouco ortodoxos, incentiva seus alunos a pensarem livremente - dividindo as opiniões de alunos, professores e famílias. Merlí estreou na Catalunha pelo canal TV3 no dia 14 de setembro de 2015 e se encerrou no dia 15 de janeiro de 2018. Tendo, no total, 3 temporadas. No total, a série teve 40 episódios. Cada episódio leva o nome de um filósofo diferente.

Merlí tenta deixar a filosofia mais próxima de todos os públicos. Cada episódio se baseia nas ideias de algum pensador ou escola filosófica, como os peripatéticos, Sócrates, Aristóteles, Nietzsche ou Schopenhauer, que acabam servindo de fio condutor para os acontecimentos da série.

O argumento gira em torno de Merlí Bergeron (Francesc Orella), um professor de Filosofia despejado de seu apartamento que vive com sua mãe, Carmina Calduch (Anna M. Barbany), e que terá que aprender a conviver com seu filho Bruno (David Solans), cuja guarda, até o momento, era de sua ex-esposa. Coincidindo com a chegada de seu filho, Merlí consegue um emprego no instituto Àngel Guimerà. Em suas aulas, ele empregará métodos imprevisíveis para fomentar a reflexão e a discussão. Ele também ajudará seus alunos com seus problemas pessoais, mesmo que com métodos censuráveis.

Você pode assistir o seriado na Netflix.


Cosmos: uma viagem pessoal, foi uma série de TV realizada por Carl Sagan e sua esposa Ann Druyan, produzida pela KCET e Carl Sagan Productions, em associação com a BBC e a Polytel International, veiculada na PBS em 1980. A série Cosmos é um dos mais formidáveis exemplos da amplitude e eficácia que a divulgação científica pode atingir por meios audiovisuais, quando servida por uma personalidade carismática como Carl Sagan e por meios técnicos adequados.

Você pode assistir o seriado em:

https://www.youtube.com/watch?v=0jMOACMdgpo

Cosmos: Uma Odisseia do Espaço-Tempo é uma série americana de documentário científico. É um remake da série de 1980, Cosmos, que foi apresentada por Carl Sagan. O apresentador da nova série é o físico Neil deGrasse Tyson. Os produtores executivos são Seth MacFarlane e Ann Druyan, viúva de Sagan. A série estreou em 9 de Março de 2014 nos EUA.

Você pode assistir o seriado em:

https://www.dailymotion.com/video/x7uqwfp