Rousseau - O homem nasce livre e por toda parte encontra-se a ferros

Para Rousseau, “o homem nasce livre e por toda parte encontra-se a ferros”, isso porque o homem nasce bom mas é corrompido pelo processo civilizatório. Mas então bastaria voltarmos para o estado de natureza e tudo estaria resolvido? Não mesmo. Rousseau na verdade propõe uma reflexão acerca de como as instituições sociais deveriam ser para que a sociedade fosse mais justa e igualitária, trazendo assim a liberdade, que é o bem supremo do ser humano. Então o ser humano deve se libertar de suas amarras, que fez com que os mais fracos fossem submetidos injustamente aos mais fortes, ao buscar um pacto social que restaure a igualdade e a justiça entre todos os indivíduos, através da Vontade Geral, já que, ao garantir a liberdade de todos, a liberdade individual também estaria garantida.

Mas quando chegará o momento em que todos os seres humanos respeitarão os outros em suas diferenças?

Autor: João Paulo Rodrigues


Referência:

https://educacao.uol.com.br/disciplinas/filosofia/jean-jacques-rousseau-2-o-homem-e-bom-por-natureza.amp.htm